Jovens e adolescentes participam de palestra sobre a gravidez na Adolescência e DSTs em Igarapé Grande

SLIDE DE NOTICIAS

Dezenas de jovens compareceram na palestra sobre a Gravidez na
Adolescência e DSTs/Aids, ministrada pela enfermeira Naiara Linhares, na Assembleia de Deus da Vila Dólar, no Peti do bairro Trizidela, com a psicóloga Ísis Almeida, acompanhados pela Atenção Básica (Saúde da Família), de desta quinta-feira (07) de fevereiro de 2019, as 09:00h, no período da manhã, promovido pela Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Saúde, em Igarapé Grande (MA).

 

 

Na roda de conversa que ocorreu no Peti do bairro Trizidela, em alusão a semana de conscientização de jovens e adolescentes sobre a gravidez na adolescência e DSTs/Aids, esteve presente o professor Moacir Júnior, a enfermeira Cristina Carneiro, o Agente de Saúde Francisco das Chagas, a enfermeira Lilian e outros ACS.

E na sexta-feira (08), a palestra acontecerá na UBS de Santo Antônio dos Vieira, pela manhã, com a psicóloga Ísis Almeida. E a noite por volta das 19:30, na sede do município, a palestra vai ser no Centro de Ensino Chagas Costa, com o enfermeiro Márcio Lacerda .

A palestra que durou cerca de uma hora serviu para levar conhecimento aos jovens sobre a problemática da gravidez precoce, que chega a ser crítica na cidade. E como sinal de alerta visa o combate à gravidez na adolescência, e também como medidas preventivas para os adolescentes a fim de evitar uma gravidez indesejável ou prematura.

 

Ricardo Araújo Mesquita

"Apalestra foi muito importante pra gente ficar sabendo das coisas que foram faladas como a gravidez precoce, que muitas meninas engravidam por conhecer as coisas e como funcionam já as doenças transmitidas através do sexo, que eu não sabia, mas, fiquei sabendo agora," disse Ricardo Araújo Mesquita (16), morador da Vila Dólar.

 

Maria José de Sousa

"Serviu para alertar porque tinha muita coisa que eu não sabia sobre as doenças e como usar os preservativos, e sobre os riscos que a gente pode correr e sobre a gravidez que a gente pode evitar, eu aprendi bastante," falou Maria José Cruz de Sousa, vulgo Aline (18), da Vila.

 

Tiago dos Santos

"Aprendir muito sobre a gravidez na adolescência e sobre DSTs, nós necessitamos ouvir mais esse tipo de palestra que nos ensina como se prevenir e ter mais cuidado tanto na questão sexual quanto da gravidez das meninas," falou Tiago dos Santos (15), da Vila.

Ao se tratar de uma gravidez indesejada, muito se fala da liberdade sexual e do despreparo das pessoas diante do fato concreto. Aí se questiona a falta de orientação no seio familiar. E, os pais, quer queiram ou não, tem que encarar essa dura realidade sem se incomodar com a situação. Pois, são eles, o pilar fortificado que ainda podem orientar seus filhos que praticam sexo sem conhecimento algum. De qualquer forma o impulso sexual de uma juventude desorientada ou sem conhecimento da coisa, pode se tornar num colapso para a vida deles mesmo. E a repercussão pode ser catastrófica se engravidar ou adquirir uma DSTs.

Do mesmo modo foi a conversa sobre as Doenças Sexualmente Transmissíveis ou DSTs/Aids, onde foi falado sobre várias doenças que são transmitidas pelo ato sexual, que muita gente desconhece, e ou finge que não sabe.

A enfermeira Naiara Linhares citou algumas doenças como o Cancro (mole e duro), Hepatite "B" e "C", Candidíase (causada por fungos), Vaginose Bacteriana (infecção polimicrobiana na vagina), Herpes Genital (doença sexualmente transmissível causada pelo vírus da herpes tipo 1 e tipo 2), Gonorréia (esquementamento), HPV (Vírus Papiloma Humano: doença infecto contagioso transmitido no homem pelo vírus HPV), Sífilis e Aids (síndrome que tem uma variedade de sintomas), todas essas doenças transmitidas pelo sexo.

A intensão de ambas as palestras soa como alerta para as pessoas se precaverem, ou melhor, se prevenirem tanto de uma gravidez prematura como das DSTs.

O evento contou com o apoio da Prefeitura Municipal de Igarapé Grande, na pessoa do prefeito Erlanio Xavier.