Uma multidão de pessoas lotou o Colégio Chagas Costa no 1º Mutirão do Glaucoma 2019

SLIDE DE NOTICIAS

Centenas de pessoas lotaram o pátio do Centro Ensino Chagas Costa, no 1º Mutirão do Glaucoma 2019, realizado nesta quinta-feira (08) de fevereiro, no referido colégio, no horário das 08:00 as 12h, em Igarapé Grande (MA), promovido pela parceria da Prefeitura através da Secretaria Municipal de Saúde e o Governo do Estado.

A iniciativa da Prefeitura Municipal de Igarapé Grande ao realizar o Mutirão do Glaucoma, visa combater a doença que age silenciosamente e tem a capacidade de causar sérios distúrbios visuais e inclusive a cegueira.

 

Médico Ricardo Pimenta Alves

Para o médico Ricardo Pimenta Alves oftalmologista especialista em retina, responsável pelo atendimento do programa de prevenção ao glaucoma, falou que o trabalho que realiza, faz parte de um programa do Governo Federal em parceria com o Governo do Estado e as secretarias municipais de saúde, que tem por finalidade fazer o diagnóstico precoce e de qualquer outra doença nos olhos, que o mesmo perceba no paciente, sem ser o glaucoma. Também falou do risco que alguns pacientes correm, por não consultar com um oftalmologista formado e especializado, bem diferente de profissionais que realiza consulta de vista, apenas práticos sem saber identificar uma patologia no olho. "Essas consultas tem o caráter de visitas a cada três meses para fazer uma análise correta de quem já foi diagnosticado para saber se os medicamentos passados estão fazendo os efeitos esperados, reduzindo a pressão dos olhos e para estabilizar a doença," finalizou.

 

Professor Kleber Magalhães Paulino

Para o professor Kleber Magalhães Paulino (57), que foi uma das pessoas que também fez o exame, falou que tem um problema de pressão nos olhos em que foi passado certo tipo de colírio. "Foi satisfatório fazer o exame pra mim ter certeza do problema para procurar sanar o mesmo," disse.

 

José Alves de Sousa

"Tem que fazer uma limpeza na lente (cristalino ou retina) dos olhos em Teresina ou São Luís," falou o senhor José Alves de Sousa, vulgo Zeca Mariano (82).

 

Zumira Neves da Silva

Já dona Zumira Neves da Silva (75), disse que a consulta foi muito boa, sem bronca nenhuma, finalizou.

O glaucoma é uma doença silenciosa que se não for identificada logo através de exame, não existe forma de diagnosticá-la para tentar amenizar a doença. Ou seja, não existe cura para o glaucoma. A única coisa que a pessoa portadora da doença pode fazer é prevenir ou paralisar, como forma de diminuir o aceleramento da mesma. Por isso a importância da ida ao oftalmologista regularmente para obter o diagnóstico ou a prevenção, se foro caso.

Para as pessoas saberem se são portadoras ou não do glaucoma vejam aqui alguns sintomas aqui, descrito, como:

- Dor intensa e vermelhidão nos olhos;

- Visão turva e embaçada;

- Dificuldades para enxergar no escuro:

- Lacrimejamento;

- Dor de cabeça forte.

Esse trabalho todo realizado pela Secretaria de Saúde sobre o Glaucoma, tem o forte apoio da Prefeitura Municipal de Igarapé Grande, na pessoa do prefeito Erlanio Xavier (PDT).